Diocese de Jundiaí, Brasil: Houve mudança de perspectiva na Escola Diaconal”, dizem padre Geraldo e diácono Irvando

Padre Geraldo da Cruz Bicudo de Almeida, diretor da Esola Diaconal “Santo Estevão”, da diocese de Jundiaí, SP e diácono Irvando Luiz Ferreira Silva, coordenador, participaram do XIV Encontro Nacional de Diretores e Formadores de Escolas Diaconais, promovido pela Comissão Nacional dos Diáconos – CND, no Centro de Treinamento de Líderes da Arquidiocese de Salvador, BA. O encontro iniciou-se no dia 15 de maio e se encerrou nesta sexta-feira, 18.

“Houve uma mudança de perspectiva, uma evolução na questão dos três múnus: Palavra, Caridade e Liturgia, em especial na questão social”, disse padre Geraldo. Perguntado sobre quando ocorreu essa importante mudança, o diretor da Escola Diaconal disse que “ocorreu à partir do episcopado de dom Vicente Costa”.

Para o diácono Irvando houve uma clara evolução, um amadurecimento, a partir das duas últimas turmas de candidatos. “Percebo isso ao ouvir os diáconos e padres e por acompanhar o dia-a-dia do diaconado diocesano como presidente da Comissão Diocesana”, disse.

Padre Geraldo testemunhou que o XIII Encontro de Formadores realizado em Palmas, TO, do qual participou, deu várias pistas que estão sendo aplicadas na Escola Diaconal “Santo Estevão”. “Buscamos aplicar essas medidas na grade curricular”. O sacerdote diz que a principal mudança observada é na área de ação social. “Mas o método de escolha de aspirantes não evoluiu”, completou o padre.

A Escola Diaconal “Santo Estevão” conta com 80 candidatos que passaram pela fase de Aspirantado, no segundo semestre de 2016 e pelo Propedêutico, em 2017. Os candidatos terão agora 4 anos de estudos,

Tomado de: cnd.org.br

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.