DIACONADO DA DIOCESE DO PORTO CONFERÊNCIA Catecumenado: Uma experiência concret

DIACONADO DA DIOCESE DO PORTO
CONFERÊNCIA Catecumenado: Uma experiência concret

 

 

Continuou por meios telemáticos, na noite de 14 de dezembro, com a 3ª sessão, o ciclo «Levanta-te: Juntos por um caminho novo», organizado pelo Centro de Cultura Católica e pelo Diaconado Permanente da Diocese do Porto, em torno de grande parte das temáticas do Plano Diocesano de Pastoral 2021/2022. Esta sessão, muito participada, como testemunham os 109 dispositivos informáticos ligados, foi dedicada à conferência «Catecumenado: Uma experiência concreta», proferida pelo P. José Maria Pacheco Gonçalves e por Manuel António Ribeiro, responsáveis pelo Centro Catecumenal da Vigararia de Vila Nova de Gaia – Norte.
Tomou inicialmente a palavra o P. José Maria para introduzir o tema e para evocar o P. Leonel de Oliveira e o «Centro Catecumenal do Porto, em boa hora criado por D. Júlio Tavares Rebimbas, em 1995, a pedido dos párocos da cidade, e cuja responsabilidade foi confiada ao P. Leonel».
Falou depois Manuel António Ribeiro para ilustrar a experiência de catecumenado em curso na Vigararia de Vila Nova de Gaia – Norte, a partir de 2017/2018. Evocou a experiência de catecumenado em contexto paroquial desenvolvida pelo P. Almiro Mendes, quando ainda era pároco de Ramalde no Porto e na Vigararia de Vila Nova Gaia, no seguimento da sua nomeação como pároco de Canidelo. Inicialmente a funcionar no Seminário Redentorista de Cristo Rei, transitou em 2017/2018 para as instalações da Paróquia de Mafamude. De então para cá tem contado anualmente com cerca de 10/12 pessoas provenientes de 4/5 paróquias, tendo o número de participantes subido no presente ano para 18. Cerca de 70% são não batizados e 30% batizados que não frequentaram qualquer catequese. Apresentou ainda a média etária dos participantes, a constituição da equipa formadora, os temas e conteúdos dos encontros e o seu encadeamento, a metodologia catecumenal de abordagem, as etapas do percurso do pré-catecumenado, ao catecumenado e aos encontros mistagógicos subsequentes à celebração dos sacramentos da iniciação cristã.
A palavra regressou novamente ao P. José Maria para a apresentação de algumas constatações fundamentais e preocupações maiores: a dificuldade de encontrar respostas por parte dos adultos que procuram a iniciação cristã; a importância do primeiro acolhimento para adesão ao percurso catecumenal; as expectativas de tempo e empenho fornecidas a quem procura o catecumenado; o papel do pároco no acolhimento, no acompanhamento sucessivo e na integração na vida da comunidade; o papel da comunidade no acompanhamento do catecúmeno e do neófito; o perfil e as competências exigidas à equipa que anima o catecumenado; o sentido do itinerário catecumenal.
O P. José Maria formulou finalmente algumas questões em aberto: Como assegurar ao catecumenado a justa centralidade na pastoral diocesana? Como dar visibilidade às iniciativas existentes? Que dimensão e abrangência dos diferentes centros catecumenais? Como descobrir e formar os membros das equipas que animam o catecumenado? Que tempo para o percurso catecumenal na atenção às circunstâncias da vida dos catecúmenos? Pode a diocese do Porto prescindir de um Centro Catecumenal diocesano e como efetivamente o implantar?
Estas e outras perguntas deram lugar a um período de debate subsequente à conferência, no qual também se partilharam algumas iniciativas catecumenais em curso. Do diálogo se concluiu a necessidade de fazer verdadeiramente da iniciação cristã uma prioridade diocesana, também na criação e organização de percursos catecumenais que organicamente a concretizem.
A próxima conferência do ciclo realiza-se a 4 de janeiro, às 21 h. O Cón. João da Silva Peixoto abordará o seguinte tema: «A Eucaristia faz a Igreja». Em análise estará mais uma linha programática do Plano Diocesano de Pastoral 2021/2022: «Educar para a centralidade da Eucaristia, para a qual tendem todos os outros sacramentos». Como habitualmente, quem desejar participar pode manifestar o seu desejo para ccc@diocese-porto.pt, de modo que proximamente lhe sejam enviadas as coordenadas de acesso à sessão Zoom.

Depois desta conferência, aberta ao público, os diáconos permanentes decidiram pela realização de três reuniões como preparação para o Sínodo dos Bispos -2013.

Diaconado Permanente da Diocese do Porto – Portugal

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.