NOTA DE SOLIDARIEDADE DA COMISSÃO NACIONAL DOS DIÁCONOS

 

A Presidência da Comissão Nacional dos Diáconos (CND) vem a público prestar sua solidariedade a Dom Orlando Brandes, Arcebispo de Aparecida (SP), à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e ao nosso querido Papa Francisco, que, nos últimos dias, têm sido vítimas de ataques de ódio descontrolado, sendo mais fortemente abomináveis as agressões proferidas pelo deputado estadual Frederico D’Avila, como ocorreu, no último dia 14 de outubro, da Tribuna da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.

Feriu e comprometeu a missão parlamentar, o que requer imediata e exemplar correção pelas instâncias competentes.  Somos solidários porque acreditamos que jamais os discursos de amor ao próximo, como nos ensinou nosso mestre Jesus Cristo, podem ser calados por palavras que pregam a morte e a escuridão.

A CND manifesta o respeito aos órgãos que compõem os Poderes constituídos, mas zela especial e fortemente pela defesa da Igreja Católica, do Santo Padre, das autoridades eclesiais e do povo católico que se sentiu injuriado com o pronunciamento carregado de ira do parlamentar. Jamais se acovardou diante das mais difíceis situações, sempre cumpriu sua missão merecedora de respeito pela relevância religiosa, moral e social na sociedade brasileira como importante organismo da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil.

Agora, diante de um discurso medíocre e odioso, carente de lucidez, modelo de postura política abominável que precisa ser extirpada e judicialmente corrigida pelo bem da democracia brasileira, a CND, fraternalmente ligada à CNBB, levanta também a sua voz. Nesta oportunidade, registramos e reafirmamos o nosso incondicional respeito e o nosso afeto ao Santo Padre, o Papa Francisco, bem como a solidariedade a todos os bispos do Brasil.

Assim, por acreditar na força do amor fraterno, por acreditar nos valores do entendimento, da fraternidade e da construção da paz, não queremos estimular as desavenças, pois o bem comum não se harmoniza com discursos violentos e extremistas.

Em Cristo Jesus, “Caminho, Verdade e Vida”, com a intercessão de São Lourenço, que não se curvou às injustiças, e que Nossa Senhora Aparecida nos guie pelo caminho da paz e da fraternidade.

 

Brasília-DF, 18 de outubro de 2021

 

Diácono Francisco Salvador Pontes Filho

Presidente da CND

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.