Nosso colaborador Joaquim Armindo Pinto defendeu sua tese de doutorado sobre “Ecologia e Saúde Ambiental”

JOAQUIM ARMINDO PINTO DE ALMEIDA

(Sob a orientação da Professora Doutora Ana Fonseca e Co-orientação da Professora Doutora Teresa Toldy)

Os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável aprovados unanimemente por todos os países membros da Organização das Nações Unidas (ONU), constituem um novo paradigma preocupado com os seres vivos, e propugnam o desenvolvimento dos países, no concernente a quatro vetores considerados fundamentais: a economia, o respeito pelo ambiente, a coesão social e a defesa da cultura dos povos.

O presente trabalho procura sistematizar os conceitos inerentes à temática do Desenvolvimento Sustentável, ao diálogo entre todos os seres vivos, apresentando um breve historial sobre a evolução destas temáticas.
Recorrendo à pesquisa através de questionários, numa amostragem por conveniência que abrangeu 211 empresas, procura-se aprofundar conhecimentos relativos ao papel das organizações na contribuição para o Desenvolvimento Sustentável, apresentando o caso específico da Indústria do Metal em Portugal, devido à sua importância no contexto da sociedade e economia portuguesas.

O tratamento estatístico dos dados obtidos mostra que as empresas inquiridas revelaram diferentes graus de perceção da importância das diferentes dimensões da Sustentabilidade: a dimensão económica e a dimensão cultural foram as que apresentaram, respetivamente o maior e o menor grau de importância percebida. No entanto, há a perceção de que essas diferenças serão atenuadas no futuro.

Os resultados mostram ainda a perceção de que influência exercida pela dimensão económica nas restantes dimensões da Sustentabilidade é dominante, quer no presente quer em perspetiva futura. Existe a perceção de que a dimensão económica também é influenciada pelas dimensões ambiental e social e, em menor extensão, pela dimensão cultural, e todas essas influências mútuas são percebidas como crescentes no futuro

Os resultados mostram também que as empresas com maiores volumes de negócio, maior número de trabalhadores, maiores volumes de exportação, e com sistemas de gestão certificados, são as que percecionam níveis mais elevados de importância das diferentes dimensões da Sustentabilidade. Porém, mesmo as Pequenas e Médias Empresas (PME) revelaram um elevado grau de sensibilidade
às temáticas da Sustentabilidade.

Tendo em conta os importantes impactos económicos, ambientais, sociais e culturais da Indústria do Metal, ao nível internacional, a sensibilidade das empresas deste setor quanto à importância da Sustentabilidade nas suas diferentes dimensões, como demonstrada no presente estudo, constitui um importante passo para o compromisso com o Desenvolvimento Sustentável.
Palavras-chave: sustentabilidade organizacional; dimensões da sustentabilidade; económico; ambiental; social; cultural; sistemas de gestão; indústria metal; pequenas e médias empresas; desenvolvimento sustentável.

Joaquim Armindo,

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Las siguientes reglas del RGPD deben leerse y aceptarse:
Este formulario recopila tu nombre, correo electrónico y e contenido para que podamos realizar un seguimiento de los comentarios dejados en la web. Para más información revisa nuestra política de privacidad, donde encontrarás más información sobre dónde, cómo y por qué almacenamos tus datos. Si das tu consentimiento entendemos que estas de acuerdo con nuestra política de protección de datos.