Açores, Portugal: Bispo de Angra destaca desafio à «renovação da humanidade» que brota do coração de Maria

O bispo de Angra celebrou hoje nos Açores a solenidade da Imaculada Conceição, numa missa marcada também pela ordenação de três novos diáconos e a instituição de um leitor para a comunidade católica local.

Na sua homilia, enviada à Agência ECCLESIA, D. João Lavrador destacou a “exigência” que brota “do coração de Maria de Nazaré”, no sentido de cada homem e mulher hoje “responder ao apelo de Deus com um sim generoso e empenhado na renovação da humanidade”.

Uma renovação que “só Jesus Cristo poderá oferecer” mas que segundo o bispo açoriano permanece adiada pela “desgraça dos tempos de hoje”.

Um contexto onde “Deus continua a procurar” o Homem “e a oferecer-lhe em diálogo amoroso a sua vida, que é rejeitada por tantos setores da humanidade atual”.

D. João Lavrador lembrou ainda o desafio que continua a ressoar, a partir de Nossa Senhora, da disponibilidade a uma vida ao serviço dos outros, expressa na frase que Maria disse: “Eis a serva do Senhor, faça-se em Mim segundo a Tua palavra”.

E neste contexto, o responsável católico destacou a ordenação de três novos diáconos para a diocese, concretizada durante esta celebração: um diácono rumo ao sacerdócio e outros dois consagrados ao diaconado permanente.

Durante a missa foi também instituído um novo leitor para a comunidade católica açoriana.

“Vós sois, hoje, caros candidatos ao diaconado e ao leitorado, um convite vivo e exemplar para que a Igreja realize esta sua primeira missão de ser servidora da pessoa e da sociedade, promovendo a dignidade de cada um e o bem comum de todos”, considerou D. João Lavrador.

O bispo colocou a tónica nas palavras “serviço” e “caridade” que devem nortear a ação de todos os membros do clero e de todos os leigos empenhados na Igreja, sobretudo junto dos mais frágeis da sociedade.

“A Igreja, na sua missão evangélica, é chamada a ouvir o clamor dos pobres e a socorre-los”, referiu o prelado, que incentivou os novos diáconos e também o novo leitor a saber sempre “discernir” os desafios que a sociedade encerra e a ajudar a “edificar uma nova humanidade”.

A festa da Imaculada Conceição é uma das solenidades mais importantes das comunidades católicas dos Açores, e do ano pastoral da Diocese de Angra; é geralmente neste dia que se realizam na região as ordenações diaconais.

Em Angra do Heroísmo, na Ilha Terceira, há um santuário dedicado a Nossa Senhora da Conceição, construído por D. Aurélio Granada Escudeiro, e que está a assinalar 30 anos de existência.

Ao todo, segundo o portal ‘Igreja Açores’, realizam-se neste dia oito Eucaristias, presididas e animadas por diferentes grupos e sacerdotes da Ilha Terceira.

JCP

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.