Diácono Zeno Konzen, presidente da CND

Dentro deste Ano Mariano, em tempo de celebração da Páscoa, lembremos que só é possível vivermos esse momento importante de nossa fé graças ao sim de Maria. Uma decisão difícil no seu tempo, dizer “sim”, sabendo do grande risco que iria enfrentar dali por diante, levando a missão que acabara de assumir.

Assim como Maria, somos todos chamados, a dizer “sim” ao projeto salvífico, e caminhar firmes com olhar fixo em Jesus, sob a proteção de Maria. Há tanto por fazer, comunidades carentes precisando da escuta da Palavra de Deus, precisando de orientação, de um olhar mais afetuoso nas suas necessidades básicas e carências espirituais.

Vivemos o Tempo Quaresmal, tempo de graça, tempo de conversão, em que refletimos nossas atitudes diante dos desafios e responsabilidades. Será que estou contribuindo em minha família, comunidade e, sobretudo em relação aos meus irmãos e irmãs em Cristo?  Estou sendo um verdadeiro discípulo Cristão? Sou colaborador do plano de Deus, ou estou atrapalhando o crescimento dos outros?

Cabe neste tempo santo que busquemos respostas para essas indagações, e vivamos santamente não só a Semana Santa, mas todos os dias de nossa vida. Que possamos juntamente com as nossas famílias e comunidades, nutrir as nossas almas do puro amor que exala do Tríduo Pascal. Três dias de pura catequese, onde Jesus, sabendo de seu calvário não esmorece diante dos sofrimentos e atrocidades que teria que passar, mostrando a toda humanidade seu amor incondicional por todos.

Glória a Deus, demos glória a todo o momento, ao chegar o dia que o Senhor fez para nós, o domingo de Páscoa, o domingo da Ressurreição. Que alegria, irmãos, está tudo concluído, Jesus ressuscitou, está vivo. Cumpriu tudo aquilo que era necessário para a salvação da humanidade. Agora é conosco, Ele espera em nós.

Que sejamos bons e fiéis servidores da vinha do Senhor e Cristãos comprometidos. Feliz Páscoa!

Tomado de: cnd.org.br