O diácono permanente no Brasil:relato da introdução do ministério pós Concílio Vaticano II

 

Este estudo de caráter teórico tem por objetivo apresentar umareflexão teológico – canônica do Diaconato Permanente dentro da Igreja Católica Apostólica Romana, abordando o seu surgimento na igreja primitiva, o seu declínio ao longo dos anos e a sua restauração no Concílio Vaticano II.
O artigo traz ainda o relato do primeiro diácono permanente ordenado no Brasil após a restauração do ministério pelo Concílio Vaticano II. Ser ão apresentadas de forma sintetizada as diversas dimensões da diaconia e sua
fundamentaçã o teológica, passando pelo processo formativo dos candidatos a este ministério.
Busca-se, ainda, analisar as funções do diácono permanente dentro do seu ministério e suas as ações externas, pois muitas vezes ele possui a dupla sacramentalidade, ou seja, recebe o sacramento do matrimônio e o sacramento da ordem (3º grau), pertencendo, assim, ao clero.
A figura do diácono permanente atualmente é muito importante para a igreja, embora ainda se ja muito recente
. Entre as suas principais contribuições está a sua atuação no processo de evangelização, fazendo-se presente em
lugares que os demais ministros ordenados (padres e bispos) não conseguem alcançar.
Ao final do estudo são endereçadas algumas reflexões sobre os desafios do diaconato na contemporaneidade.
Autores:
Paulo César Bocalon y  Fabio Scorsolini

Você pode ler o artigo no seguinte link:

https://www.brazilianjournals.com/index.php/BRJD/article/view/27739/21947

 

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.