Diácono Márcio Pelinski defende dissertação de Mestrado em Teologia na PUC-PR

No último dia 02 de março de 2021, às 13h30, o diácono permanente da Diocese de São José Pinhais (PR) e professor de Teologia Católica do Centro Universitário Internacional (UNINTER), Márcio José Pelinski, defendeu sua dissertação de Mestrado em Teologia (Área Bíblica) pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR).

O diácono Márcio pesquisou sobre a «Vocação para o direito e a justiça no Primeiro Canto do Servo de YHWH (Is 42,1-9)». Após a apreciação da banca formada pelos professores Dr. Luiz Alexandre Solano Rossi (orientador da pesquisa – PUC-PR), Dr. Fr. Ildo Perondi (PUC-PR) e Dr. Valmor da Silva (PUC-GO) o trabalho foi «aprovado com louvor» e com indicação para publicação como livro. Nos agradecimentos e motivações do trabalho, foram mencionados os irmãos diáconos que vivem uma vocação de construção do Reinado de Deus, como servos do direito e da justiça, na Igreja e na Sociedade. Abaixo está o resumo sistemático da pesquis:

RESUMO 

Este trabalho estuda o texto de Isaías 42,1-9, buscando compreender a vocação para o direito e a justiça presente neste primeiro Canto do Servo de YHWH. No contexto do Exílio da Babilônia (século VI a.C.) a comunidade de exilados judaítas conta com a profecia de um profeta anônimo, chamado posteriormente de Dêutero-Isaías, que apresenta a vocação do servo de YHWH relacionada à expressão “fazer sair” o direito e a justiça em vários âmbitos: junto aos exilados na Babilônia, aos exilados de outras regiões e também para as nações não israelitas. Este servo é um personagem central na obra de Is 40-55 e, nesta perícope que abre o conjunto dos cantos, possui vocação divina para o direito e justiça, haja vista a insistência e repetição do tema na perícope (Is 42,1.3-4;6). Para a pesquisa foi realizada pesquisa bibliográfica e análise-teológica a partir dos principais teóricos que pesquisam esse tema.

O presente trabalho divide-se em: contextos fundamentais, análise literária, status quaestionis, comparação entre traduções em Língua Portuguesa, análise bíblico-teológica, a vocação do servo de YHWH e sua relação com os conceitos de justiça e direito. A expressão “fazer sair” o direito e a justiça passa pela ressignificação do sentido da Aliança para a comunidade de exilados, onde, precisarão compreender sua vocação enquanto povo de Deus que tem como contrapartida o cuidado para com os desfavorecidos, representados na tríade social bíblica (órfãos, viúvas e estrangeiros). Se o exílio foi visto como uma espécie de punição pelo abandono da Aliança, por parte do povo, YHWH se faz presente em um novo momento difícil da história de Israel; junto dos exilados, preparando-os para um novo êxodo através de um novo libertador. YHWH através de seu servo ajudará os exilados na volta para a vocação da promoção da justiça; vocação esta que deve ser vivida pelos servos e servas de todos os tempos, no cuidado para com os mais necessitados, colaborando para a promoção dos valores que geram a transformação da sociedade e contribuam para a realização plena e definitiva do Reinado de Deus.

Palavras-chave: Isaías; direito; justiça; vocação; servo;

Prof. Me. Diác. Márcio José Pelinski

Fonte: cnd.org.br

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.