O diácono, “ guardião do serviço na Igreja”

O diácono, “ guardião do serviço na Igreja”

Diác. Gonzalo Eguía
Coordenador de Servir em las periferias
Bilbao, Espanha, 1 de fevereiro de 2019

No passado sábado dia 26 de janeiro em Panamá, na viagem apostólica por ocasião da XXXIV Jornada Mundial da Juventude, no âmbito da vigília com os jovens, o Papa Francisco convidava-os a ser “ guardiões das raízes, guardiões de tudo aquilo que impede que nossa vida se esfume,…que nos permita sentir que fazemos parte uns dos outros…que faça sentir que pertencemos uns aos outros”.Uma vez mais o Papa Francisco volta a utilizar um verbo fundamental em seu pontificado : Guardar.

Na missa do começo de seu pontificado, aquele 19 de março de 2013, o Papa convidava a todo o mundo a cumprir a vocação humana de guardar. Então narrava os diferentes áreas para guardar: a criação, a nós mesmos, às pessoas,de todo o homem e toda a mulher, a família, a amizade, especialmente aos mais pobres, o Povo e os dons de Deus. Então dava-nos as pistas para exercer essa guarda: com descrição, com humildade, em silêncio, mas com uma presença constante e uma fidelidade total,… requer bondade, deve ser vivido com ternura… fortaleza de ânimo e capacidade de atenção, de compaixão, de verdadeira abertura ao outro e amor”.

Dentro desta missão comum de exercer a guarda neste mundo, o Papa Francisco em seu encontro com os diáconos, e consagrados de Milão do dia 25 de março de 2017, atribuía aos diáconos o ser
“ guardião do serviço na Igreja” dizia o Papa:

“Vós sois os guardiões do serviço na Igreja: o serviço da Palavra, o serviço do altar, o serviço aos pobres. É vossa missão, a missão do diácono e sua contribuição consistem nisto: em recordar-nos que a fé, em suas diversas expressões —a liturgia comunitária, a oração pessoal, as diferentes formas de caridade—e em seus diversos estados de vida — leigo, clerical, familiar—têm uma dimensão essencial de serviço. O serviço a Deus e aos irmãos. E quanto caminho para percorrer neste sentido! Sois os guardiões do serviço na Igreja!

Formosa e comprometida tarefa a que o Papa atribui aos diáconos, concretizar desta maneira o ministério diaconal dentro da estrutura geral do exercício de guardar, mostrando o rosto prestativo de toda a Igreja – de todas e todos os batizados-, revelar com isso a razão de ser da Igreja que é servir, como o Senhor que “ não veio para ser servido ,mas para servir”. Para além das funções concretas que a cada diácono se lhe pode atribuir, estas e principalmente toda a sua vida devem ser a transparência do serviço de Cristo por sua Igreja e pelo mundo. Imensa tarefa a que comporta esta guarda do serviço da Igreja, mostrar com seu ministério a identidade diaconal da Igreja. Nesta missão o diácono deverá sublinhar e potenciar a multiplicidade de ações que a Igreja desenvolve em sua ação samaritana, denunciar as adesões que não lhe permitem mostrar-se como tal e animar aqueles que fazem do serviço e a razão principal da sua existência.

Neste mês de janeiro recém terminado, o Papa Francisco enviou um telegrama ao bispo de Vicenza, monsenhor Beniano Pizziol, por ocasião da celebração do quinquagésimo aniversário das primeiras ordenações de diáconos permanentes em Itália que se realizaram no dia 22 de janeiro de 1969 em sua diocese. Na mensagem o Papa mostra sua alegria por esta “feliz circunstância com a qual se glorifica a Deus pelos maduros frutos humanos e espirituais nascido por ação do Espírito Santo mediante a instituição do diaconado permanente, proposta de iniciativa nascida do coração dos padres conciliares”.
A Associação internacional “Servir em las periferias”, composta por mais de vinte sócios, na sua maioria diáconos, de nove países de Ibero América que dá o suporte jurídico para que esta web e seu informativo possam ser uma realidade, está a realizar desde o passado 25 de janeiro, até o próximo dia 3 de fevereiro sua Assembleia ordinária anual de sócios – de modo online-, onde se porá à consideração dos sócios para sua aprovação o Balanço Económico do ano 2018 e o Orçamento do ano 2019, e se dará informações da gestão da web.

Em Brasil realizou-se, entre o dia 8 e 10 de janeiro, a reunião do Conselho Consultivo da Comissão Nacional dos Diáconos de Brasil CND -. Este Conselho está composto pelo Presidente, os presidentes das Comissões Regionais, e o bispo referencial monsenhor João Francisco Salm (Bispo de Tubarão, SC). A reunião foi coordenada pelo presidente diácono Zeno Konzen. O objetivo principal foi a preparação da Assembleia Geral Eletiva da CND que terá lugar em Goiânia – lugar da reunião -, entre os dias 4 e 7 de abril próximos.

Incluiu-se no Informativo a carta que o arcebispo de Valência – Espanha cardeal Antonio Cañizares, escreveu a seus diocesanos, perante a ordenação de oito diáconos, depois de um período em que se interrompera a ordenação de diáconos permanentes naquela arquidiocese. A partir deste país chega-nos também um novo eco do XXXIII Encontro Nacional de diáconos permanentes.

A partir dos Estados Unidos de América chega-nos a notícia de que o Centro de Investigação Aplicada no Apostolado ( CARA), da Universidade de Georgetown, EEUU, acaba de publicar este mês uma pesquisa sobre “As perceções dos Bispos e Diretores de Diáconos dos Estados Unidos sobre o trabalho da Comissão Papal de Estudo sobre o Diaconado da Mulher”. Neste mesmo país conheceu-se a designação, por parte do presidente Trump, do diácono Joseph Bianco – da Diocese de Rockville Center -, como membro do Tribunal de Apelações dos Estados Unidos.

Incorporamos a última entrega do artigo do diácono Enzo Petrolino sobre “O diácono à luz da Evangelii Gaudium”

Vários artigos de nosso Informativo estão relacionados com os resultados da Comissão Vaticana de estudo sobre o diaconado feminino dos primeiros séculos do cristianismo. As declarações de vários integrantes da Comissão suscitaram comentários e explicações.

Arranca este novo mês de fevereiro, no dia 11 a festividade da Virgem de Lurdes, realizar-se-á a XXVII Jornada Mundial do Doente, com uma celebração especial em Calcutá. O lema desta Jornada será «Grátis recebestes; dai grátis» (Mt 10,8). Uma boa ocasião para pôr em destaque a guarda do serviço com estes preferidos e preferidas do Senhor . Muitos diáconos – junto de suas esposas desenvolvem seu ministério acompanhando grupos de Pastoral da Saúde, nesta ocasião desejamos unir-nos numa oração por todos eles, para que possam continuar com o gozo de seguir a entregar grátis suas vidas neste serviço, uma oração especial diante de nossa Mãe Maria por todos os doentes e idosos que acompanham.

Em nome da Equipa Coordenadora e de Redação, um abraço fraterno.
Gonzalo Eguía

Dejar un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Las siguientes reglas del RGPD deben leerse y aceptarse:
Este formulario recopila tu nombre, correo electrónico y e contenido para que podamos realizar un seguimiento de los comentarios dejados en la web. Para más información revisa nuestra política de privacidad, donde encontrarás más información sobre dónde, cómo y por qué almacenamos tus datos. Si das tu consentimiento entendemos que estas de acuerdo con nuestra política de protección de datos.