Diocese de Santo André, Brasil: bispo prega equilíbrio das três dimensões do ministério diaconal

Pregando o equilíbrio dos três serviços ministeriais: a caridade, a palavra e a liturgia, o bispo diocesano Dom Pedro Carlos Cipollini participou do último encontro de 2019 com os 22 diáconos permanentes da Diocese de Santo André, ocorrido na manhã de sábado (07/12), na Cúria Diocesana, no Centro da cidade andreense.

De acordo com Dom Pedro, a formação e a pregação da palavra são pontos importantes na atuação diaconal, porém, “é inconcebível um diácono que não tenha um pé no exercício da caridade da Igreja para com os pobres”, e integrem trabalhos nas pastorais sociais, como da Pessoa Idosa, Educação, Carcerária, Saúde, Criança, de Rua, do Menor, em Defesa da Vida, Assistência Judicial, entre outras.

“Não pode faltar a caridade. E a caridade social simboliza a caridade geral da Igreja. É um sinal, um sacramento da grande caridade de Cristo que nos salva”, enfatiza o bispo, ao citar a importância da criação do Vicariato Episcopal para Caridade Social, no último dia 30 de novembro, num gesto concreto previsto pelo Sínodo Diocesano, por meio do 8º Plano Diocesano de Pastoral. “É muito importante que os diáconos acompanhem as ações, participem e caminhem juntos com as iniciativas desse vicariato”, complementa. Outros temas abordados durante a reunião foram as questões da incardinação, da pastoral diaconal e da escola diaconal.

Novos diáconos

Outro ponto a ser destacado por Dom Pedro foi a ordenação de dois diáconos permanentes, em 2019: Marcelo Cavinato, para atuar na Paróquia São Pedro e São Paulo Apóstolos, em São Bernardo; e Aparecido Batista, para servir na Paróquia Nossa Senhora Aparecida, em Mauá; já Renan Evangelista foi admitido às Ordens Sacras, tendo realizado a Profissão de Fé e o Juramento de Fidelidade em outubro deste ano e iniciando estágio pastoral. Ele deve ser ordenado diácono, em 2020.*
Calendário 2020

Durante o encontro, algumas iniciativas do grupo dos diáconos permanentes foram apresentadas como parte da programação do próximo ano. O coordenador da Comissão Diocesana dos Diáconos, Celso Sais, e o secretário Wagner Innarelli, salientaram algumas delas como o retiro, que acontecerá na última semana de julho; em agosto, a Festa de São Lourenço, padroeiro dos diáconos; a formação, em novembro.

Sobre a Escola Diaconal

A Escola Diaconal da Diocese de Santo André para o diaconato permanente completou recentemente 16 anos de história, em 2019. A escola foi idealizada no episcopado de Dom Décio Pereira. Porém, como seu falecimento ocorreu três dias antes, a abertura aconteceu com o bispo auxiliar Dom Airton José dos Santos. O diretor da Escola Diaconal é o Pe. José Pedro Teixeira de Jesus. Uma turma com 20 candidatos ao diaconado permanente cursa teologia. Após a finalização do curso, vagas serão abertas para nova turma no ano de 2020. Mais informações sobre como estudar na Escola Diaconal no telefone: 4177-5548 ou no Centro de Pastoral: 4469-2077.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Las siguientes reglas del RGPD deben leerse y aceptarse:
Este formulario recopila tu nombre, correo electrónico y e contenido para que podamos realizar un seguimiento de los comentarios dejados en la web. Para más información revisa nuestra política de privacidad, donde encontrarás más información sobre dónde, cómo y por qué almacenamos tus datos. Si das tu consentimiento entendemos que estas de acuerdo con nuestra política de protección de datos.