O espírito de recolhimento e introspecção aqueceu os corações daqueles que participaram do retiro espiritual para os candidatos ao Diaconato Permanente, entre os dias 22 e 23 de julho, na casa da Teologia do Seminário São José, promovido pela Escola Diaconal São Lourenço. O evento reuniu também as esposas dos candidatos. O encontro começou com a oração da manhã e uma palavra de acolhida dirigida por padre Valter Magno de Carvalho, orientador do retiro. Marcaram presença também o presidente da Comissão Arquidiocesana de Diáconos, diácono José Apolinário e o diácono Ronaldo. A temática Mariana envolveu todo o retiro, em que o SIM DE MARIA foi equiparado ao SIM ao Serviço Diaconal, ambos disseram SIM a Deus por amor ao seu plano de salvação. No final da tarde de sábado foi celebrada a santa missa. À noite, na companhia de uma canjica e caldos variados, os candidadtos ao diaconato e suas esposas viveram um momento de interação e descontração, reforçando os laços de amizade e companheirismo. Na manhã de domingo, tendo aos olhos a presença real do próprio Cristo no Santíssimo Sacramento, exposto pelo diácono Apolinário, os diáconos se colocaram em oração silenciosa. Na sequência, padre Valter, refletiu sobre as Bodas de Caná, em que a graça de Deus exige de nós uma iniciativa, "descruzar os braços", colocar a mão na massa, encher as talhas de água para que o milagre aconteça. Na missa de encerramento do retiro, o diácono Apolinário expôs que "o serviço ao próximo não tem dia e não tem hora e exige de nós prontidão e apoio das esposas". Diácono Ronaldo convidou aos presentes a aproveitar o momento para o discernimento da vocação e do chamado. Para os participantes Vagner e Vânia os dois dias foram como um combustível para a caminhada do discernimento. Tânia e Paulo definiram como "um tempo de parar e ouvir o que Deus quer nos falar". Para Rosemeire este foi um momento de sair da correria do mundo para sentir no silêncio a presença de Deus. "Agradecemos ao Seminário pela acolhida. Ao Padre Valter pela belíssima condução do retiro. Com sua ternura, carinho e acolhimento de pastor do rebanho e palavras de sabedoria, nos conduziu sobre a graça do Espírito Santo neste tempo de oração. Aos Diáconos presentes pelo apoio e convivência e motivação. Aos candidatos e esposas que com a amizade nos faz cada vez mais sermos esta família de servos e filhos de Deus", afirma Anderson Lúcio Costa, aluno da Escola Diaconal.

Colaborou: Anderson Lúcio da Costa

Fonte: https://www.arqmariana.com.br