Os trabalhos do Conselho Consultivo da Comissão Nacional dos Diáconos neste sábado, 18 de março, tiveram início com a celebração das Laudes, presidida pelo diácono Manoel Damasceno, presidente da CRD Centro Oeste. A celebração ocorreu na capela do Convento Monte Alverne de São Leopoldo, RS.

Na sala, os conselheiros e assessores foram acolhidos pelo presidente da CND diácono Zeno Konzen, que expôs a pauta para o dia. O secretário diácono Antonio Héliton Alves falou das dificuldades em atualizar o cadastro geral da CND, tendo em vista a falta de informações dos Regionais, Entre as dificuldades, há falta de informações quanto aos diáconos jubilados e falecidos. A presidência da CND propôs como objetivo que os presidentes das CRDs atualizem o mais breve possível os dados cadastrais, através de fichas individuais. A secretaria da CND está montando um Banco de Dados que será inserido no site da CND.

Na sequência da pauta, o diácono José Carlos Pascoal, coordenador da Equipe de Assessoria Nacional de Comunicação prestou informações sobre o informativo online Diáconos, postado no site da CND e sua divulgação nas redes sociais. Falou da falta de informações por parte das CRDs, que dificultam o trabalho de comunicação e informação junto ao diaconado nacional. Também lembrou que muitos sites de arquidioceses e dioceses não contém a relação de diáconos ou omitem informações sobre eventos diaconais. Isso poderia ser mudado através de diálogo das Comissões Diocesanas com as equipes de Pastoral da Comunicação.

Para o diácono Silvio Roberto, coordenador do Conselho Econômico e Fiscal, o grande número de diáconos que não está contribuindo com a CND tem causado transtornos e dificuldades econômicas ao organismo nacional para a realização dos eventos nacionais. Sugeriu um trabalho de conscientização por parte da diretoria da CND e das diretorias das Comissões Regionais dos Diáconos. O diácono Antonio de Oliveira, tesoureiro da CND exortou os presidentes e tesoureiros dos regionais que façam constar a identificação de depósito de valores (cada CRD tem um código para o referido depósito).

A diretoria da CND fará divulgar brevemente, através do site e das redes sociais a programação dos eventos do 2º semestre de 2017 e dos anos de 2018 e 2019. Já está confirmada a participação do Conselho Consultivo na reunião ampliada da Comissão Episcopal Pastoral para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada da CNBB, que será realizada de 16 a 19 de outubro de 02017 em Curitiba, PR.

Após intenso debate, ficam excluídos da programação da CND os Interregionais, que eram realizados no ano anterior da Assembleia Nacional Eletiva, com o propósito de promover a integração dos diáconos dos regionais e de estudo do documento do tema de reflexão da Assembleia Geral Nacional. O motivo principal diz respeito à cada vez menor participação dos diáconos e esposas, e à distância geográfica entre os regionais. Objetiva também motivar os diáconos a participarem mais ativamente das Assembleias Eletivas Regionais. Os diáconos Durán e Lindalvo, que assessoram a presidência da CND na elaboração do documento prévio do novo Estatuto da entidade apresentaram a redação final para apreciação dos conselheiros, com as emendas sugeridas no primeiro dia de reunião do Conselho Consultivo.

O texto foi aprovado no final da Reunião pelos conselheiros e a presidência propôs que o documento seja inserido no site da CND (www.cnd.org.br) para conhecimento dos diáconos do Brasil, e será enviado para as presidências das CRDs. Eventuais emendas deverão ser apresentadas na II Assembleia Geral Não Eletiva de Aparecida, nos dias 18 a 21 de maio de 2017.

A reunião foi encerrada pelo presidente diácono Zeno Konzen, com oração e agradecimentos.

De São Leopoldo, RS, diácono José Carlos Pascoal – ENAC / CND

Tomado de: cnd.org.br